Editora da Sociedade Winnicott

Página inicial > Revistas > Winnicott e-Prints > Números Publicados > Série 1 > Vol. 1 - nº 1 (2002)

Vol. 1 - nº 1 (2002)

segunda-feira 17 de novembro de 2014, por webmaster

Da sobrevivência do analista

Elsa Oliveira Dias (CWSP)
E-mail: elsadias@uol.com.br

Abstract: The article starts by showing that Wnnicott, by considering the practice of institutional assintence, was able to find what was therapeutic in it for children envolved and to formulate principles upon which these therapeutic effects were based, putting them in the context of his theory of personal development. One of these principles is the survival, which is also the key concept for characterizing maternal and therapeutic care. After making that point, the article studies various essential aspects of capacity of survival of both mothers and analysts.

Key-words: Winnicott, survival, development, reliability, analysts failure, interpretation, to grow smaller.

(in portuguese form)

Resumo: O artigo mostra como Winnicott, a partir de uma experiência assistencial de caráter institucional, soube observar o que era propriamente terapêutico para as crianças envolvidas, e formular os princípios em que essa ação terapêutica estava baseada, relacionando-os com a teoria que ele começara a desenvolver: a teoria do amadurecimento pessoal. Um desses princípios é o da sobrevivência, conceito-chave do cuidado materno e terapêutico. Na continuação, estão descritos alguns aspectos essenciais da capacidade de sobrevivência da mãe e do analista.

Palavras-chave: Winnicott, sobrevivência, amadurecimento, confiabilidade, falha do analista, interpretação, crescimento para menor.